Investigação de sinistro

Resumo

Se quiser, pule para a parte do seu interesse:

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Muitos clientes de gerenciadoras de riscos confundem ainda a atividade preventiva das GRs com a investigação pós-roubo. Ações de campo, como descobrir, prender e resgatar os bens roubados.

No escopo das atividades em torno do roubo de cargas, mesmo que informal, foram instituindo-se elementos naturalmente. Havia alguns serviços de diferentes competência e especialidades, a do segurador, do corretor, da gerenciadora de risco, da reguladora de risco e por último, da investigação de sinistro. Esta última, talvez, por se confundir ou mesmo por conflitar com o dever do Estado, aos poucos caiu em desuso.

Uma Gerenciadora de Risco dentro de suas limitações não é responsável pelo desenrolar de uma investigação, no entanto fornece as informações colhidas durante uma viagem monitorada para ajudar no desfecho positivo.

Uma resposta para “Investigação de sinistro”

  1. Gostaríamos de alertar nossos parceiros sobre o aumento da criminalidade
    na região de Curitiba – PR, Campo Largo – PR, São José dos Pinhais –
    PR, Colombo-PR, Piraquara-PR, Campina Grande do Sul – PR e algumas
    ocorrências também na região de Ponta Grossa-PR, tal fato contribuiu
    para o crescimento do roubo de cargas nestas áreas, gerando insegurança
    para os motoristas que trafegam nesta área.

    As quadrilhas que estão atuando na região possuem “modus operandi”
    variados, utilizando-se de abordagem do motorista no reinicio de viagem,
    veículo parado e com o veículo em movimento, principalmente no horário
    noturno.

    Pelas características dos roubos, é nítido o alto conhecimento dos
    criminosos sobre o funcionamento dos rastreadores e da operação de
    transporte e o tipo da carga, onde a ação dos meliantes para desativar
    os rastreadores e localizadores é muito rápida.

    Nos últimos 3 meses foram desmantelados 2 locais de desmanche de
    caminhões e desova de cargas roubadas em Colombo-PR e Pinhais-PR, sendo
    presos cerca de 6 pessoas de quadrilhas diferentes.

    Para minimizar os riscos das viagens, recomendamos os seguintes
    procedimentos emergenciais para as operações que utilizam rotas que
    passam por esta região:

    · Programar as saídas para evitar trafegar nesta região em horário noturno, entre às 21:00h até às 05:00h;

    · Não pernoitar em postos desta região;

    o Sentido SP, pernoitar antes de GARUVA-SC;

    o Sentido SC, pernoitar entre REGISTRO-SP e CAJATI-SP;

    · Evitar paradas nos postos desta região;

    · Montar comboios para atravessar a região;

    · Revisar os equipamentos de rastreamento dos veículos;

    · Indicação de se utilizar o rastreador secundário no cavalo/carreta, ou equipamentos móveis (isca);

    · Orientar os motoristas para alertarem a Central de Rastreamento
    OpenTech para atitudes e veículos suspeitos, fornecendo informações
    sobre o local, os suspeitos e veículos.

    A OpenTech tem trabalhado em conjunto com os órgãos policiais da região
    do Paraná, São Paulo e Santa Catarina visando desarticular estas
    quadrilhas e nos colocamos a disposição de nossos clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open News!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das principais novidades no mundo dos transportes.

Posts relacionados

© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.
Scroll Up