Como melhorar resultados com a ajuda de uma gerenciadora de riscos focada em prevenção

Resumo

Se quiser, pule para a parte do seu interesse:

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Imagine uma atividade econômica que dependa de rodovias mal conservadas para escoar a produção, com pouca infraestrutura e altos índices de acidentes, sujeita permanentemente à ação de quadrilhas especializadas em roubo de cargas, excesso de burocracia e custos elevados com seguro, insumos, manutenção e combustível.

Some a isso a necessidade de cumprir prazos, realizar entregas bem feitas e investir em treinamento e qualificação profissional. Embora pareçam situações hipotéticas, essa é a realidade enfrentada diariamente por transportadores e embarcadores no Brasil – país onde os custos logísticos representam mais de 12% do PIB.

Para encarar esse cenário desanimador e, principalmente, reduzir as possibilidades de ocorrências e sinistros que impactem nos resultados financeiros, o Brasil – mais uma vez – soube fazer do limão uma limonada.

A boa notícia é que as empresas do setor de transporte e logística não estão sozinhas e podem contar com a expertise de parceiros especializados em gerenciamento de risco.

Riscos existem, mas é possível prevenir

Qualquer negócio está exposto a riscos, em maior ou menor grau. E se não é possível vencer sozinho os desafios, contar com uma gerenciadora de riscos faz toda a diferença na redução de custos, na eficiência operacional e na qualidade dos serviços.

Atualmente, a contratação de uma gerenciadora de riscos experiente, focada em prevenção, é uma estratégia fundamental para a sobrevivência das empresas. Amparado em tecnologia, processos e equipes qualificadas, o GR considera todas as variáveis e riscos da operação e reduz as possibilidades de ocorrências.

No Brasil, contratar soluções que auxiliem na gestão logística e no controle dos riscos torna-se, sem dúvida, o ponto chave entre o sucesso e o fracasso dos negócios. Em um mercado tão competitivo, contar com parceiros focados em inteligência logística é a melhor forma de prevenir situações negativas, reduzir riscos e garantir a tomada de decisões mais acertadas.

Se a preocupação é com segurança, redução de custos, qualidade, assertividade, eficiência e produtividade, o primeiro passo é minimizar as situações de risco inerentes à operação. Para isso, a contratação de uma gerenciadora de riscos vai colocar sua empresa muitos passos à frente da concorrência.

O que faz uma gerenciadora de riscos?

Focadas na prevenção, gerenciadoras de risco sérias e experientes atuam no planejamento estratégico das empresas. Seu papel é identificar riscos, analisar alternativas e focar na prevenção de sinistros e na melhoria da eficiência dos processos operacionais.

Ou seja, monitorar a operação do início ao fim com olhar crítico, definindo as ações e medidas que devem ser tomadas para a prevenção de quaisquer que sejam os desafios que possam trazer impacto negativo aos resultados da empresa.

E como é possível lidar com tantos gargalos na gestão do transporte?

A receita passa por alta tecnologia, inovação constante, processos e estratégias bem definidos e profissionais preparados para garantir o cuidado extra que as operações de movimentação de mercadorias exigem.

Gerenciamento eficiente de riscos

Já sabemos quais são os principais gargalos do setor de transporte e logística no Brasil e já vimos como uma gerenciadora de riscos pode tornar as operações mais seguras, rentáveis e eficientes com ações de prevenção.

Lembre-se! Investir em prevenção ainda custa infinitamente menos do que reparar os prejuízos em movimentações de mercadorias mal realizadas ou interrompidas por acidentes, roubos ou outros problemas.

Para mitigar os riscos, não basta apenas monitorar a operação de transporte depois que o caminhão sai do pátio. É preciso traçar estratégias para uma viagem segura antes mesmo de pegar a estrada.

E isso só é possível com planejamento estratégico e conhecimento de rotas e dos locais seguros de parada, dos trechos de rodovias com maior incidência de acidentes e roubos, com motoristas capacitados e comprometidos com o sucesso da operação, entregas no prazo e sem avarias, redução das devoluções e uma gestão operacional capaz de acompanhar, em tempo real, todos os detalhes da viagem.

Neste caso, o gerenciamento de riscos contempla uma série de pontos de atenção e inclui:

  • Definição de estratégias que atendam especificamente as demandas do cliente;
  • Monitoramento e/ou escolta;
  • Checklist preventivo;
  • Gerente de conta dedicado e profissionais treinados;
  • Serviço de inteligência e equipes de pronta-resposta;
  • Cadastro de motoristas e veículos;
  • Programas de Prevenção de Acidentes.

 

Um desafio possível de vencer

Manter a eficiência e a qualidade nas operações de transporte de mercadorias é um desafio no Brasil, mas com o auxílio de empresas especializadas em gerenciamento de risco a missão fica mais fácil. E os resultados vão aparecer mais rapidamente.

Referência nacional em gerenciamento de risco e gestão logística, a Opentech atende a 3 mil clientes e monitora mais de um milhão de viagens/ano no Brasil e países do Mercosul, o que corresponde a R$ 250 bilhões em mercadorias sob os olhos da empresa todos os anos.

Conheça o portfólio completo de soluções de gestão logística e gerenciamento de risco da Opentech e garanta um transporte mais seguro para sua carga também!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open News!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das principais novidades no mundo dos transportes.

Posts relacionados

© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.
Scroll Up