Programação de cargas: as maiores vantagens para a gestão logística de transporte

Resumo

Se quiser, pule para a parte do seu interesse:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O Brasil tem 1,7 milhão de quilômetros de estradas, por onde circulam cerca de 2 milhões de caminhões, responsáveis pelo escoamento de 70% das mercadorias. Acrescente a esse cenário clientes cada vez mais exigentes, que não abrem mão de agilidade, eficiência, preço e qualidade nas entregas.

Agora, some a isso o fato de sermos um dos líderes em roubos de cargas – perdendo apenas para nações em conflito quando o assunto é insegurança nas estradas -, com infraestrutura que deixa muito a desejar, altas taxas de acidentes no trânsito e custos logísticos elevados, chegando a 12% do faturamento das empresas.

E então responda: como é que a sua empresa faz a programação das cargas considerando todos esses fatores?

Diante deste panorama complexo, torna-se difícil gerenciar:

  • Entregas eficientes e assertivas,
  • Roteiros bem definidos e estratégicos,
  • Encomendas chegando sem atrasos,
  • Viagens em rotas seguras,
  • Mercadorias sem avarias,
  • Controle de pagamento das diárias ou estadias,
  • Contratação de fretes que atendam as demandas,
  • E redução de custos…

… Se não for com a utilização de sistemas modernos de roteirização e programação de cargas.

NÃO SE DESESPERE, TECNOLOGIA É A SAÍDA

A programação de cargas é uma etapa fundamental nas operações de transporte e logística, seja sob o ponto de vista operacional ou estratégico.

O uso de tecnologia como aliada neste processo traz inúmeras vantagens, entre elas:

  1. Maior capacidade de recepção e expedição de produtos.
  2. Mais facilidade na organização do fluxo de veículos por meio do agendamento prévio.
  3. Redução de custos com diárias e estadias.
  4. Mitigação dos efeitos causados pela sazonalidade das operações e uso de recursos humanos.
  5. Melhor organização das docas e comunicação com todos os envolvidos.
  6. Facilidade na hora de escolher a frota mais próxima conforme sua localização em um mapa interativo.
  7. Visualização e gerenciamento de todas as programações realizadas pela sua empresa de forma rápida e prática.
  8. Cadastro de cargas disponíveis para transporte.
  9. Integração com outros sistemas já utilizados pelo cliente.
  10. Parametrização das regras para contratação automática do frete.
  11. Melhoria da interface com transportadores, ampliando a visão geral de todas as cargas em transporte.
  12. Visualização das cargas em leilão e possibilidade de entrada na concorrência para o frete.
  13. Análise da performance, desempenho e rendimento das equipes.
  14. Identificação e checagem dos veículos e frotas aptos para o serviço, como caminhões vazios, distância que se encontram, homologação para a operação contratada e outros requisitos.

A lista de benefícios que mencionamos acima já seria suficiente para fazer qualquer empresa rever seus conceitos, principalmente aquelas ainda insistem em acreditar que existe alguma vantagem no modelo manual de programação de cargas.

Mas tem mais!

Ao contar com plataformas inovadoras e modernas dedicadas a este serviço, como o Open One, as empresas obtêm outros ganhos que o controle manual da grade de carregamentos e de acompanhamentos de horários de entregas jamais permitiriam.

E quem não quer?

  • Reduzir em 50% as demandas operacionais com a contratação de fretes.
  • Diminuir em 25% o tempo de seleção do transportador.
  • Economizar até 20% nos custos com transporte.

ESCOLHA BEM QUEM VAI “LEVAR” SUA MARCA DE NORTE A SUL

Aplicar inteligência no processo de seleção de fornecedores de transporte (e aqui estamos falando de mais de 115 mil empresas e aproximadamente 370 mil caminhoneiros atuando no país) já deixou de ser uma escolha e passou a ser condição sine qua non para quem sabe o quanto a movimentação de cargas é ponto nevrálgico na operação.

As melhorias nos processos devem ser constantes porque as exigências do cliente são implacáveis. E só é possível fazer com que cada pedido, cada encomenda, cada carregamento chegue ao destino no tempo certo, com o melhor preço, se a fase de programação de cargas for primorosa.

A dica é avaliar os recursos e fornecedores disponíveis para a operação, padronizar, sistematizar e automatizar o processo, utilizando o que há de mais moderno na contratação de fretes.

Só assim, muitos problemas comuns no dia a dia de muitas companhias poderão ser resolvidos, entre eles:

  • Falta de visibilidade, em tempo real, sobre a localização das frotas, o que impede a identificação de caminhões e motoristas disponíveis para o serviço.
  • Dificuldade para localizar opções de frete de retorno, quando os motoristas procuram novos carregamentos para evitar que uma viagem de volta à cidade de origem seja feita com o caminhão vazio. Este tipo de serviço custa, normalmente, menos do que o valor pago em viagens de ida e pode ser uma boa opção para embarcadores.
  • Contratação “manual” dos fretes, feita normalmente por telefone para cotação com transportadores, o que exige grandes equipes profissionais para o gerenciamento e o controle do fluxo das operações.
  • Falta de visão geral do processo, o que dificulta parametrizar indicadores como gastos, tempo para contratação do frete, gerenciamento da viagem etc.
  • Dificuldade de identificação rápida de um transportador já homologado e que atenda aos parâmetros das gerenciadoras de risco e seguradoras.

 

GANHOS NA PONTA DO LÁPIS

Concordamos que a programação de cargas é essencial para o sucesso da operação e os resultados da sua empresa. Uma plataforma dedicada a essa finalidade vai aumentar a produtividade, a visibilidade, a eficiência e os ganhos em toda a cadeia de transporte.

A lógica é simples: organização, centralização, automatização e seleção de fornecedores de forma ágil e eficaz, dando vazão eficiente às cargas, por meio de leilão entre os prestadores de serviço, programação com frota própria ou terceira, mapa interativo e excelência no desempenho.

Quem não quer?!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open News!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das principais novidades no mundo dos transportes.

Posts relacionados

© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.
© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.