Os dispositivos de segurança contra o roubo de cargas

Resumo

Se quiser, pule para a parte do seu interesse:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

O Portal O Carreteiro divulgou, no último mês, uma matéria sobre o crescimento de 5% nas ocorrências de roubo de carga registradas em São Paulo. A matéria cita o pouco investimento em dispositivos de segurança como um dos principais motivos destes dados.
Estes dispositivos de segurança são aparelhos responsáveis por gerenciar sensores e atuadores para auto-cargas, como abertura de portas e desbloqueio do veículo para dar continuidade na viagem. Estes comandos podem ser enviados à distância, por meio de softwares e que contribuem para a minimização do risco, evitando ou revertendo ou dificultando tentativas de roubo de carga roubos de carga.

É por isso que muitas empresas de transportes, motoristas autônomos de frete e os próprios donos de carga, que estão expostos ao risco, têm encontrado nos serviços de gerenciamento de riscos uma estratégia para garantir a segurança dasoperações logísticas. O OpenGR, por exemplo, desenvolvido pela OpenTech, é um produto feito através de um software integrado com várias tecnologias que recebe e envia diversas informações pertinentes e fundamentais à gestão logística para o motorista e o caminhão durante a jornada. Além de fazer o monitoramento de carga e o rastreamento de veículo, este acompanhamento permite enviar comandos de bloqueio a partir de um sinal do equipamento de rastreamento instalado no veículo ou permite que a equipe de operadores de rastreamento realizem ações pontuais em alertas recebidos que foram violados durante o processo de transporte de cargas, para reversão dos riscos de sinistros, como o roubo ou desvio de carga.

Na prática:
Quando uma quadrilha ou ladrão roubam um caminhão durante a operação, e os meliantes tentam acessar o veículo ou carga, comandos são enviados de forma automática quando o sistema identifica a violação de um dos sensores instalados no veículo tais como trava de baú, porta de motorista ou carona que, por consequência, recebem os comandos de bloqueio ou sirene, por exemplo, dificultando a ação criminosa e muitas vezes inviabilizando o roubo.

Assim, o investimento neste recurso é uma garantia que mantém muitas empresas fora deste índice, tornando-se muito mais seguro e vantajoso monetariamente do que iniciar uma jornada vulnerável à ação de bandidos, reduzindo os riscos e minimizando ao máximo as chances de prejuízo.

Saiba mais sobre a solução da OpenTech para isso, acessando o OpenGR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open News!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das principais novidades no mundo dos transportes.

Posts relacionados

© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.
© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.