O futuro da segurança de dados

Resumo

Nunca na história as empresas se preocuparam tanto - ou deveriam se preocupar - com a segurança de dados.
Se quiser, pule para a parte do seu interesse:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Nunca na história as empresas se preocuparam tanto – ou deveriam se preocupar – com a segurança de dados.

Para que as empresas se mantenham competitivas e otimizem os seus processos com mais assertividade, os dados são fundamentais no escopo estratégico das empresas nos dias de hoje! E em tempos em que dados vale mais do que dinheiro, é muito grande a preocupação com a segurança de dados dos clientes.

Com a posse dos dados, é possível mapear quais os gargalos das empresas e encontrar soluções. Por isso, a cada dia as empresas investem mais em áreas de business intelligence e social intelligence para se manter sempre competitivos. Mas todos esses dados precisam de segurança, pois em agosto, foi assinada a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Segurança de dadosEmpresas de todos os tamanhos serão impactadas, portanto preparamos um conteúdo para que você saiba tudo sobre o futuro do mercado de dados!

Mas antes de falar sobre a importância do seguro de dados, vamos mostrar três conceitos que implantados ao gerenciamento de risco, que otimizam muito a análise dos dados. São eles: Big data, IOT (Internet of Things) e Machine Learning.

IOT (internet of things)

O termo IOT vem do inglês e significa Internet das coisas na tradução para o português. Esse termo implica que os equipamentos usados diariamente estejam conectados à internet e, com isso, construam dados para análise. Esses dados, constroem um rastro digital e facilitam que as empresas cruzem esses dados, otimizando processos.

Machine learning

Machine Learning é um conceito que diz que a máquina pode alterar o seu comportamento a partir de seus aprendizados. Ou seja, quanto mais dados o sistema capta maior o aprendizado e mais otimizado. Esse otimização é resultado de uma programação prévia, feita pelo responsável pela programação do programa.

Big Data

Big data é o uso de todo o volume de dados que os indivíduos e equipamentos produzem para otimizar os processos e estratégias dentro das empresas. O uso do Big Data é usado de maneira particular para cada mercado, porém pode ser utilizado por empresas de diferentes tamanhos e segmentos.  

Os dados em nuvem, estão auxiliando especialmente o setor de gerenciamento de risco já que, quando captados através dos três conceitos apresentados anteriormente, conseguem registrar uma quantidade de dados sem precedentes. Todos esses dados são cruzados e, dessa maneira, otimiza-se o gerenciamento de risco sendo cada vez mais assertivo!

Na Opentech é assim! A soluções são plataformas que monitoram e criam uma cadeia de distribuição inteligente gerenciada de maneira efetiva, buscando evitar perdas.

Quer saber mais? Entre em nosso site e saiba tudo sobre essa solução!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open News!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das principais novidades no mundo dos transportes.

Posts relacionados

© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.
© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.