Carga roubada avaliada em mais de R$160 mil reais é recuperada com auxílio da Opentech

Resumo

Carga roubada é recuperada graças a ação conjunta das Inteligências da Opentech e Polícia Rodoviária Federal
Se quiser, pule para a parte do seu interesse:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Carga roubada é recuperada graças a ação conjunta das Inteligências da Opentech e Polícia Rodoviária Federal

Logo que o sinistro foi percebido, o Departamento de Inteligência da Opentech acionou seus contatos de Pronta Resposta e a inteligência da Polícia Rodoviária Federal, onde se iniciou o monitoramento remoto das rodovias em busca do caminhão e da carga roubada.

A carga com produtos alimentícios foi roubada na Rodovia BR 232. Localizada na cidade de Belo Jardim – Pernambuco, essa rodovia fica 219 km de distância por estrada do local onde a voz de prisão ocorreu.

Graças ao trabalho intenso do Departamento de Inteligência da Opentech em conjunto com a segurança pública do Nordeste, foi possível identificar o veículo trafegando na região de Canapi/AL, onde a Polícia Rodoviária Federal desta cidade, ciente dos fatos, realizou a abordagem do conjunto.

Depois que o caminhão foi parado, os oficiais solicitaram os documentos de praxe que, após consulta no sistema, foi identificado que o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil de Pernambuco batia com os documentos do veículo abordado, confirmando que o suspeito era de fato o assaltante. A carga foi recuperada em perfeito estado.

Esse é um caso isolado?

Infelizmente não. O Sudeste, especificamente Rio de Janeiro e São Paulo, lidera o número de roubo de cargas, porém, outros lugares do Brasil também preocupam. No Nordeste, segundo a Polícia Rodoviária Federal, o prejuízo em mercadorias é milionário.

Os trechos mais inseguros são as BR’s 050, 101, 116, 330 e 316, nas divisas entre os estados de São Paulo, Paraná, Brasília, Sergipe, Bahia e Alagoas. Os números desses estados assustam. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, houve um aumento de roubo de cargas na região Nordeste de 105% entre os anos de 2011 e 2016. Na prática, o déficit foi de R$27,6 milhões de reais.

Esses índices alarmantes não são exclusividade de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia, eles explanam o que ocorre em diversas cidades do Brasil, desde as estradas que passam por pequenas cidades até as maiores que cruzam metrópoles.

Como evitar o roubo de carga?

Nesse cenário caótico, os gestores logísticos precisam encontrar estratégias para que as viagens sejam seguras, pois, apesar dos riscos, os insumos transportados pelo modal rodoviário são de vital importância para o tecido social.

Para evitar que suas cargas entrem nas estatísticas nacionais que enchem os sites de notícias, é necessário uma boa dose de precaução. Confira 4 estratégias que diminuem as chances do roubo de carga nas estradas:

  1. Avaliar histórico e perfil do motorista

Realizar a análise de perfil do motorista que transporta para a empresa é essencial, pois somente dessa forma é possível prevenir que pessoas não aptas, sejam responsáveis pelo patrimônio da empresa, em relação ao transporte de carga.

Por isso é importante que o perfil do motorista seja avaliado, para que as empresas tenham certeza que estão contratando um profissional responsável, íntegro e ético para fazer parte do seu time.

  1. Treinamento para os motoristas

Oferecer treinamento por meio de vídeos, slides e textos é muito importante para ter motoristas mais aptos.

Algumas medidas preventivas que devem ser passadas são:

  • Manter o sigilo da carga;
  • Prestar atenção se tem alguém seguindo o veículo;
  • Comunicar a central caso perceber algo suspeito;
  • Evitar paradas desnecessárias.
  1. Não ser previsível

Com o auxílio de tecnologias modernas de gerenciamento de risco é possível manter a imprevisibilidade das operações.

Desta forma, o trabalho das quadrilhas especializadas é dificultado, já que eles não poderão planejar seus assaltos se baseando em viagens anteriores.

  1. Tenha o apoio de uma central de monitoramento 

Por intermédio de uma central de monitoramento, pode-se ter o controle total da sua frota simultaneamente e em tempo real. Os Operadores de Rastreamento entram em contato com os motoristas automaticamente caso haja qualquer quebra de procedimento que possa comprometer a operação logística, como um desvio de rota, por exemplo.

Com a Opentech especificamente,  você conta com a inteligência de nossos Analistas de Risco, responsáveis por traçar estratégias que reduzam ou até eliminem as chances de ocorrer qualquer imprevisto durante as viagens.

  1. Transportar na luz do dia

Pode parecer bobo, mas a realidade é que grande parte dos sinistros de cargas acontecem no noturno, quando a visibilidade da estrada é menor, o trânsito é pouco e o motorista está cansado, propiciando uma situação de vulnerabilidade total. 

Vale ressaltar que, independente do horário, é preciso que haja uma comunicação clara e assertiva entre os profissionais do gerenciamento de risco e os motoristas, pois apenas assim situações de vulnerabilidade podem ser evitadas.

Como colocar essas estratégias em prática?

Referência nacional e parceira de grandes players, a Opentech conta com uma inteligência artificial de ponta que faz o planejamento prévio necessário para que suas cargas não entrem nas estatísticas de sinistros do país.

O Open Cadastro é uma solução prática e confiável para verificar os dados dos profissionais que farão parte da sua frota. A solicitação para verificação cadastral pode ser feita via sistema e os dados informados passam por uma análise completa.

Já o Gerenciamento de Risco Opentech, conta com profissionais de rastreamento que acompanham os transportes 24h por dia, identificando quebras de procedimentos e sensíveis mudanças no trajeto do veículo, possibilitando que nossa Inteligência consiga agir em conjunto com a Polícia para recuperar cargas em perfeito estado caso o sinistro seja confirmado, tal qual foi realizado no município de Santana do Ipanema.

Para saber mais sobre nossos serviços de Rastreamento e Gerenciamento de Risco, acesse o nosso site www.opentechgr.com.br. 

Fonte: Serviço de Inteligência da Opentech. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open News!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das principais novidades no mundo dos transportes.

Posts relacionados

© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.
© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.