O que é o CT-e e para que ele serve?

Resumo

Se quiser, pule para a parte do seu interesse:

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

No trabalho de transporte de cargas, não é somente a mercadoria que deve estar presente em cada um dos veículos da empresa. Alguns documentos são obrigatórios nesse trabalho e, entre eles, está o CT-e. Se você ainda não sabe o que é o CT-e e porque ele deve estar nos veículos que fazem transporte logístico, siga a leitura!

 

O que é o CT-e?

Garantir a presença do CT-e (Conhecimento de Transporte Eletrônico) no trajeto de entrega é fundamental para prevenir problemas com o Fisco. O CT-e é um documento utilizado para comprovações fiscais de todas as operações de transportes ou frete, seja qual for a modalidade: aérea, ferroviária, rodoviária, dutoviária ou aquaviária.

Diferente da NF-e (Nota Fiscal Eletrônica), documento que declara quais os produtos estão sendo transportados, o CT-e tem a função de declarar o serviço de transporte em si.

 

Para que serve o CT-e?

Depois de entender o que é o CT-e, é importante entender para que ele serve na rotina de transporte. No serviço de transporte rodoviário, por exemplo, várias paradas são realizadas nos Postos Fiscais, que são justamente os pontos de fiscalização das fronteiras das cidades e dos estados.

Sempre que isso ocorrer é necessário comprovar a emissão do CT-e para conseguir liberar a carga. Esse trâmite se tornou necessário a partir da determinação feita no SINEF (Sistema Nacional Integrado de Informações Econômico – Fiscais) e foi implementado em 2012.

O CT-e surgiu justamente para eliminar o sistema anterior, que funcionava apenas com papéis, migrando a operação para o meio eletrônico. Isso significa que os documentos, assim que emitidos, aparecem na base nacional de documentos. Mas o ideal é sempre ter uma cópia impressa no veículo para agilizar a busca do mesmo.

 

Como emitir o CT-e?

Depois de conhecer o que é o CT-e, agora, é preciso saber como emitir o CT-e. Para ajudar, apresentamos a Solução Open CTe, útil tanto para o embarcador, responsável por liberar esse documento, quanto para o transportador, que também pode acessá-lo.

 

Open CT-e Embarcador

Essa é uma solução web que permite ao embarcador realizar a emissão em massa de CT-e com validação da Secretaria da Fazenda (SEFAZ). Na prática, ela traz vantagens como:

 

  • Eficiência e agilidade no momento de gerar os documentos;
  • Padronização de processos;
  • Transparência das informações entre transportador e embarcador;
  • Evita erros de digitação;
  • Proporciona mais agilidade no embarque.

 

Open CT-e Transportador

Essa solução, por sua vez, permite ao transportador digitar CT-e e Manifestos de Documentos Fiscais (MDF-e), também validados pelo SEFAZ, e gerir os documentos. Algumas ações práticas que podem ser feitas com essa solução:

 

  • Controle por faixa de documentos;
  • Digitação de carta de correção;
  • Consulta de CT-e;
  • Impressão ou reimpressão dos documentos.

Como vimos, saber o que é o CT-e é fundamental no trabalho de transporte. Conheça também outras soluções da OpenTech. Acesse os links para ter mais detalhes do Open CT-e Embarcador e do Open CT-e Transportador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open News!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das principais novidades no mundo dos transportes.

Posts relacionados

© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.
© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.