Checklist final para Black Friday 2020: o planejamento logístico ideal

Resumo

Se quiser, pule para a parte do seu interesse:

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Compartilhe:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram

Checklist final para Black Friday 2020: o planejamento logístico ideal

Falta pouco para a Black Friday 2020 e se você tem planos para faturar alto na segunda data comercial mais importante do ano, mas não concluiu seu planejamento logístico, é hora de correr!

Todos sabemos que produtividade, qualidade, agilidade e eficiência no setor de transporte e logística não se materializam da noite para o dia. Resultados dependem de alinhamento estratégico.

E tem mais: não adianta se empolgar com as projeções que indicam crescimento recorde no e-commerce se sua empresa está entre as líderes em reclamações dos consumidores por atrasos na entrega, por exemplo.

Isso mesmo!

No primeiro semestre deste ano, o Brasil viu as vendas online subirem 47% – o equivalente a 38,8 bilhões de reais ou 90,9 milhões de pedidos.

O problema é que, enquanto comemoravam esses números, muitas empresas parecem ter “esquecido” de entregar os produtos no prazo – ou, o que é bem mais provável, esbarraram na ineficiência operacional.

De janeiro a junho, o Sistema Nacional de Informação de Defesa do Consumidor (Sindec), que reúne registros feitos nos Procons do país, reuniu quase 165 mil reclamações de consumidores que não receberam suas mercadorias ou tiveram os prazos de entrega desrespeitados.

A alta no número de queixas nos primeiros meses do ano foi 98% superior em relação ao mesmo período de 2019. E as falhas na entrega correspondem a quase um quarto do total de reclamações registradas.

SE O COMEÇO DO ANO FOI ASSIM, IMAGINE A BLACK FRIDAY

Se tem uma coisa que todos nós queremos ao fazer uma compra pela internet é ter a certeza de que o produto chegará dentro do prazo informado. Se for antes da hora, melhor ainda – mas nunca, jamais, depois do combinado.

Saber que o pedido foi aprovado, a mercadoria está separada e faturada, foi liberada no estoque e seguiu para a transportadora, está em viagem e, em breve, estará à porta faz parte do processo ideal de compra.

Ao usar uma plataforma e-commerce, o cliente quer saber por onde “anda” o produto que ele acabou de comprar. Essa visibilidade não é só um conforto para o consumidor, mas é fundamental também para embarcadores, operadores logísticos e transportadores.

Em eventos complexos como a Black Friday, quando o volume de mercadorias movimentadas no país aumenta consideravelmente, a exigência sobre o domínio das operações só cresce.

Importante durante todo o ano, é em ocasiões como essa que a visibilidade logística mostra a que veio, tornando-se a grande aliada do início ao fim do processo e beneficiando todos os stakeholders da cadeia de negócios.

Se você trabalha intensamente para que sua empresa se mantenha longe do ranking de reclamações dos consumidores, não deixe que o planejamento ineficiente e a falta de visibilidade logística arruínem seu esforço e seus planos justamente durante a Black Friday 2020.

O desafio da Black Friday 2020

+ CARGA (maior movimentação de mercadorias)

– TEMPO (em menos tempo)

– CUSTO (com menor custo)

A Black Friday não é um desafio apenas para quem tem metas comerciais a bater ou porque movimenta um volume excessivamente maior de mercadorias do que a média. A questão diz respeito também aos prazos e custos.

Em poucas horas, milhões de pedidos são realizados e levar as mercadorias de Norte a Sul do país representa uma responsabilidade imensa para quem atua no setor de transporte e logística.

Somado ao desafio de fazer entregas com agilidade e qualidade, os custos são outro ponto decisivo para as operações. Já que o valor do frete está entre os aspectos mais observados pelos consumidores na hora de fechar o pedido.

Então, eis aqui o primeiro grande desafio da gestão: gerenciar tudo de forma eficiente, com visão de negócio – ou visibilidade estratégica. 

Só acompanhando a operação passo a passo, em tempo real, é possível tomar as decisões mais assertivas.

E para isso é preciso ter olhos em toda a empresa, em cada processo.

Sabemos que é humanamente impossível gerenciar uma operação tão complexa de “corpo presente”, a cada embarque de mercadoria, em cada viagem, dentro de cada caminhão.

A boa notícia é que há tecnologia e soluções inovadoras para que transportadores e embarcadores tenham o controle na ponta do lápis… ops, em dashboards completos e atualizados na tela do computador.

Não dê vexame na Black Friday! 

Operações logísticas exemplares passam por planejamento e visibilidade logística. Além de vender, você quer entregar as mercadorias e fidelizar os clientes, certo?

Entre abril e junho deste ano, 5,7 milhões de brasileiros estrearam nas compras online. Certamente, para quem teve sua primeira experiência feliz, o e-commerce virou alternativa.

E, por compra feliz, entende-se a facilidade de navegação no site, as condições de pagamento, os prazos de entrega, os custos do frete até a chegada do pedido no prazo, não é mesmo? Se você também utiliza a internet para suas compras, sabe do que estamos falando!

Por isso, para se sair bem durante a Black Friday, dois grandes pontos são essenciais:

1. Visibilidade Logística

Para evitar prejuízos e garantir entregas perfeitas durante a Black Friday – ou em qualquer época do ano, o foco deve ser planejamento e visibilidade logística.

Saiba mais sobre a visibilidade logística em um conteúdo exclusivo >

Para chegar ao destino sem percalços, o trabalho começa cedo. 

Com visão geral dos processos, você tem tudo “redondinho” e ajustado, fazendo a engrenagem fluir natural e perfeitamente.

Não se engane, uma entrega exemplar começa com a:

  • Gestão de suprimentos/compras, matéria-prima e estoque;
  • Gerenciamento dos centros de distribuição e/ou armazéns;
  • Sinergia entre as equipes comerciais e operacionais;
  • Controle dos processos de embarque e desembarque;
  • Planos de gerenciamento de risco (definição de rotas seguras, treinamentos, planos de prevenção de acidentes etc);
  • Definição de indicadores de desempenho;
  • Planejamento estratégico.

Tudo isso garante a tão necessária e desejada visibilidade logística e melhora a sua operação do início ao fim.

2. Seleção de Fornecedores

Se você domina 100% a sua operação, não será surpreendido por “problemas escondidos sob o tapete”. A questão é quando você depende de terceiros.

Mesmo com tudo em dia nos processos internos, selecionar bem os parceiros e fornecedores faz parte da lição de casa. Seja como for, é a sua marca sendo representada por outra empresa.

Portanto, se para os consumidores a entrega assume protagonismo na Black Friday, a escolha de transportadores merece o máximo cuidado.

E, convenhamos, ninguém quer comprovar na prática o que já sabemos na teoria: credibilidade leva anos para ser conquistada, mas em um piscar de olhos é possível acabar com a reputação de uma empresa.

Você pode ter:

  • a melhor equipe de vendas,
  • as melhores promoções,
  • o time de marketing mais criativo,
  • o site mais intuitivo e
  • as condições de pagamento ideais para o cliente…

… mas, se o presente de aniversário não vier a tempo, o anel de noivado se perder ou o vestido chegar depois da festa, certamente é a sua imagem que estará seriamente comprometida.

Para evitar que isso aconteça e sua empresa tenha como lidar com as variáveis às quais o setor de transporte e logística está sujeito todos os dias, o uso de tecnologias que ofereçam visibilidade à gestão e às etapas de movimentação das cargas vai permitir uma boa performance e segurança durante a Black Friday.

Operação visível e custos reduzidos, quem não quer? 

A tecnologia é aliada da logística. Em datas como a Black Friday, não basta vender mais. É preciso otimizar processos e custos, já que as margens de lucro são enxutas.

Descubra como o planejamento logístico está se transformando com a revolução digital! >

Nestas horas, centralizar, organizar e automatizar a contratação do transporte rodoviário, por exemplo, é uma excelente forma de melhorar o processo.

Uma dica é o uso de ferramentas focadas na seleção inteligente de transportadores e no leilão de fretes. Desta forma é possível reduzir as demandas operacionais e o tempo dedicado à contratação de fornecedores, além de economizar nos custos com transporte.

Ao contar com parceiros qualificados, você concentra sua atenção nas vendas, faz entregas ágeis e ganha pontos com o cliente.

Com tecnologia e sistemas especializados na programação das cargas e contratação de transportadores, é possível:

  • Ter visão atualizada e digitalização de programações e agendamentos de coletas e entregas;
  • Gerenciar as programações realizadas pela empresa de forma rápida e prática;
  • Fazer o leilão de transportadoras e identificar os fornecedores mais próximos para o serviço;
  • Otimizar o tempo da equipe de programação com um assistente virtual para direcionamento das cargas;
  • Melhorar a comunicação da equipe e da cadeia logística;
  • Customizar o controle de acessos e permissões de usuários, mantendo históricos de ações;
  • Manter o cadastro das tabelas de frete com todas as variáveis, como regiões de coleta e entrega, tipo de veículo, regras de precificação, tabelas etc.;
  • Otimizar a frota, visualizando os veículos disponíveis e selecionando os fornecedores de acordo com as características da carga e proximidade com o local de coleta;
  • Melhorar a fluidez na movimentação dentro do pátio fazendo o agendamento das cargas e reduzindo os custos com a logística interna.

Cumprir prazos, uma responsabilidade e tanto! Não decepcione! 

Ainda que seja uma responsabilidade legal (já que os consumidores têm o direito de receber suas compras no prazo informado pelo vendedor), garantir a satisfação do consumidor é um dever moral.

Ninguém quer ser o responsável pela frustração do cliente, certo? Nem quer ter sua marca associada às centenas de reclamações no Procon por falhas na entrega.

O brinquedo não aberto no dia do aniversário, o livro que não chegou a tempo da prova, a surpresa adiada porque a transportadora falhou.

Empresas não querem arriscar sua credibilidade com os consumidores nesta Black Friday e transportadores não querem colocar em risco sua reputação junto aos embarcadores.

São bilhões de reais movimentados pela indústria, comércio, serviços e o setor de transporte e logística. Por isso, uma data tão importante para a economia não pode ser levada ao “sabor do vento”.

Lembre-se: durante a Black Friday, eficiência na movimentação das cargas dependerá do grau de visibilidade logística empregada em sua operação, aliada à gestão e seleção eficaz de transportadores.

Depois disso, certamente você estará pronto para as vendas – e as entregas – de Natal!

Continue acompanhando o nosso blog para mais dicas que podem te ajudar a melhorar os processos de transporte!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open News!

Assine nossa newsletter para ficar por dentro das principais novidades no mundo dos transportes.

Posts relacionados

© 2021 Opentech Soluções em Gerenciamento de Risco e Logística. Todos os direitos reservados.
Scroll Up