Conheça a fórmula para reduzir o tombamento de cargas

artigo_tombamento

É regra básica da física: velocidade e curva não são dois elementos que se gostam muito. E é justamente nessas partes dos trechos que mais ocorre o tombamento de cargas, pois o motorista calcula mal a velocidade ao entrar em uma curva e acaba causando um acidente. Isso não quer dizer, contudo, que os tombamentos não ocorram também nas retas, dependendo do peso do caminhão e, também, das condições da via: um buraco ou desnível, uma ultrapassagem mal feita ou – sempre ela – a saída errada de uma curva podem trazer problemas ao caminhoneiro. Para além do valor da carga, há de se observar o da vida humana: ninguém quer que caminhoneiro, carona ou outras pessoas na estrada se machuquem. Por isso, existe uma fórmula para reduzir o tombamento de cargas que começa com o controle do veículo ainda dentro da garagem. Essa fórmula envolve análise prévia das rotas, check list detalhado de viagem e supervisão e auditorias voltadas tanto para o exame de sinistros quanto para que eles sejam evitados. O importante é lembrar que, na estrada, o motorista deve estar sempre munido de todas as informações necessárias para evitar surpresas que coloquem em risco sua vida e sua carga.

7 Passos para Evitar o Tombamento de Cargas

#1 Faça a análise do histórico da sinistralidade

É preciso estudar minuciosamente o histórico de sinistros de determinado cliente a fim de que essas informações possam indicar os locais com maior potencial de riscos e suas prováveis causas. Após a análise, parta para a aplicação técnica do processo de prevenção de acidentes e danos ao bem transportado.

#2 Crie um mapeamento de rotas

Após a análise de sinistralidade e a aplicação técnica do processo de prevenção, é hora de classificar para o motorista designado para a viagem os trechos mais delicados, conforme as características estudadas. É importante, também, indicar as velocidades a serem praticadas de acordo com o tipo de veículo e carga e, sempre que possível, rastrear em tempo real a rapidez do veículo.

#3 Tenha controle diário da operação

Você só vai conseguir evitar de uma vez por todas o tombamento de cargas se trabalhar o dia a dia da sua operação de viagens com foco nos motoristas, controlando os índices de não conformidades aos quais a operação está exposta.

#4 Elabore Check List detalhado

O check list consiste em um processo de checagem diária, por amostragem ou total, que visa identificar falhas nos equipamentos utilizados pelos clientes que possam aumentar o potencial de riscos de acidentes. Quanto mais detalhado for o seu check list, mais problemas podem ser evitados ainda dentro da garagem da sua empresa.

#5 Faça a supervisão ou auditoria de rota

Se você deu aos motoristas as coordenadas de cada trecho, bem como os trechos preocupantes e a velocidade limite, é preciso manter-se atento para que as regras sejam seguidas. A supervisão de rotas, ou auditoria de rotas, é o serviço que visa avaliar os procedimentos dos motoristas em viagem a fim de identificar não conformidades que exponham a operação e a vida humana ao risco, indicando os elementos de atenção para capacitação e treinamento.

#6 Orientação de Motoristas

Não deixe seu motorista sem uma boa bagagem teórica daquilo que ele deve fazer, na prática, para garantir a segurança da carga e, também, a sua própria. Palestras, treinamentos e avaliações constantes com o objetivo de identificar elementos de risco e a assimilação do processo, visando a recuperação de condutores, é essencial para uma empresa que tem como um de suas principais metas diminuir ou evitar por completo o histórico de tombamentos.

#7 Gestão de resultados e melhoria contínua

Se nenhum caminhão tombou no último mês, ou ano, por conta dessas dicas, parabéns: mais um dia foi vencido sem incidentes. Contudo, não é porque hoje deu tudo certo que você pode parar de atuar para prevenir os problemas do frete. A aplicação de metodologias preventivas e corretivas para a prevenção de acidentes deve ser contínua, sem interrupções, visando manter o processo de melhoria a longo prazo. E, sempre que preciso, intensificando as ações para evitar qualquer tipo de desastre.

Conheça a fórmula para reduzir o tombamento de cargas
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)