Tecnologia em benefício do motorista

APK2

O investimento em Tecnologia da Informação dobrou em 14 anos no Brasil, atingindo a marca de 7,5% da receita nas empresas. Os números são da 25ª Pesquisa Anual do GVcia, Centro de Tecnologia de Informação Aplicada da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas (FGV-EAESP-CIA), 2014: Mercado Brasileiro de TI e Uso nas Empresas.

A estatística deixa claro que não há mais como viver no mundo corporativo sem a inteligência vinda dos softwares. Eles facilitam o dia a dia, tornam as empresas cada vez mais rentáveis e geram ainda mais economia.

Essa funcionalidade é percebida na prática pelos clientes que utilizam Open Jornada – software criado para atender a Lei nº 12.619 (30/04/12), que regulamentou a profissão de motorista. Mas essa solução, desenvolvida pela OpenTech, vai muito além do cumprimento das exigências legais e veio para facilitar a vida de quem está na estrada.  O sistema garante mais segurança e conforto para a jornada do motorista, e atende desde o gerenciamento de risco até a integração com o rastreamento do veículo.

APK Logística e Transporte vê benefícios na prática

A implantação do software também auxiliou as empresas a atingirem uma significativa valorização profissional de seus motoristas, oferendo de forma dinâmica e precisa incentivos a esses que são os personagens principais de todo o processo de transporte.

Antes mesmo de a lei ser sancionada, a APK Logística e Transporte já se preocupava com o descanso regular dos motoristas e mantinha um registro de fluxo de paradas e trocas de motoristas. O processo, então, foi formalizado e aperfeiçoado assim que o Open Jornada foi apresentado ao mercado. A empresa entrou com seu know how de gestão de motoristas e a OpenTech com sua expertise de mercado. O resultado foi extremamente positivo e refletiu nas áreas de RH e Operacional.

A implantação do software tornou a relação trabalhista mais transparente dentro da APK e melhorou consideravelmente as condições de trabalho, tanto para a empresa quanto para o motorista. A analista de recursos humanos, Ingrid Caroline Pompeo Kuchnier, entende que a profissionalização exige uma mudança de mentalidade e processos.

 

 

Tecnologia em benefício do motorista
0 votes, 0.00 avg. rating (0% score)